Storm Large

Storm LargeA primeira vez que ouvi falar, ou melhor, ouvi Storm Large foi no reallity show RockStar Supernova, programa que tinha o intuito de encontrar uma voz para a promoção de uma banda formada por Tommy Lee (Motley Crue), Jason Newsted (Metalica) e Gilby Clark (Guns’n’Roses). A diferença desse programa era que eles selecionaram um grupo de pessoa que já eram músicos independentes em sua formação, o que proporcionou ao público ótimas performances e talentos no palco.

Storm Large, a bela loira com um imenso “LOVER” tatuado nas costas, teve sua eliminação na última etapa antes da grande final, mas deixou sua marca pela vibração e energia dos grandes sons como “Anything, anything” (Dramarama); que levou as lágrimas Jason e Tommy com “Wish you are here” (Pinky Floyd) ou ainda fez a galera delirar com sua composição própria “Ladylike”… e foi minha busca virtual por essa canção que me fez conhecer e saber que essa mulher já tinha toda uma história a ser contada.

Difícil categorizar Storm com um rótulo específico! Rock com certeza é o que ela faz, mas daí você pode mesclar hard, punk, jazz, blues, grunge e colocar letras ousadas, pesadas, irônicas e debochadas… isso sim é Storm Large.

Em 1998 ela lançou seu primeiro EP “Storm & Her Dirty Mouth” com 6 composições próprias, o trabalho trás uma amostra do viria depois, destacando a linda ‘Superman’ e a ótima ‘Ima Yora’ que juntamente com ‘I’m not alright’ viria a compor o álbum de 2001 “The Calm Years” com outros integrantes na banda tendo e o nome alterado para Storm Inc. Esse álbum trouxe mais peso as músicas bem ao estilo punk rock, e com letras mais intensas. O álbum inteiro é excelente, mas meus destaques ficam para ‘Jeremiah’, ‘Great day’ e ‘Beautiful’.

Em 2003 Storm mudou um pouco o estilo sob o nome de The Balls gravou mais um álbum “Hanging with the balls”, que traz versões de músicas renomadas com arranjos em um tipo de Rock-Jazz, com algumas alterações inclusive nas letras. A única música de composição própria é ‘I Want you to Die’, que dá mostras de uma letra um pouco mais debochada e irônica! Sua performance ao vivo tira gargalhadas da platéia. Nesse mesmo estilo seguiu no álbum seguinte “Vasectomy”.

Após sua aparição no programa RockStar Supernova, Storm gravou um novo EP “Ladylike Side One”. O single ‘Ladylike’ chegou ao top da Billboard de Singles e contou com as guitarras de Dave Navarro – produtor do reallity show. O EP ainda trouxe uma nova versão de ‘Beautiful’.Gretchen Lowell

Em 2008 Storm engrenou na participação nos palcos com o musical “Cabaret” e em seguida numa autobiografia musical “Crazy Enough”, título também do seu novo álbum lançado em 2009, em um mix de todas suas fases, da qual o clip ‘8 Miles Wide’ pode ser visto em sua página oficial (http://www.stormlarge.com) e caracteriza seu estilo debochado e cativante.

Para completar a multifacetada Storm ainda deu formas a personagem serial killer Gretchen Lowell (http://www.iheartgretchenlowell.com) dos Best Sellers ‘Coração Ferido’ e ‘Coração Apaixonado’ da autora Cain Chelsea, que pretende levar suas obras literárias para as telonas com a própria Storm no papel de Gretchen. Se for o caso Storm Large já está na trilha, pois acabou de estrear o filme Cult “Rid of me”, que talvez por não se tratar de uma superprodução hollywoodiana pode não chegar por aqui.




Compartilhe

Comente