TÝR – Entrevista Exclusiva

No final do mês de Julho o Brasil receberá mais um show internacional para o público Metal. Trata-se do “TÝR”, banda vinda das Ilhas Faroes (parte nórdica da Europa), e um dos principais nomes do estilo Folk Metal Mundial.

Em uma breve entrevista exclusiva para o Rock Express, o guitarrista e vocalista da banda – Heri Joensen – falou um pouco mais sobre a banda; as polêmicas letras de música e sobre sua recente participação no “70,000 Tons of Metal”, evento em um cruzeiro marítimo pelo caribe promovido pela UMC com mais de 40 bandas de Metal.

Por Zeh Master

ROCK EXPRESS – Como é a recepção de suas músicas em lugares onde a língua nórdica não é falada? Você conhece pessoas que decidiram aprender faroense (língua das Ilhas Faroes) ou sobre mitologia nórdica?

PhotobucketHeri Joensen – Pouquíssimos dos nossos ouvintes disseram que era um problema não entender a língua. Existem poucas pessoas que começaram a aprender faroense  depois de ouvir sobre a nossa banda, e eu sempre achei isso fascinante. É uma resposta muito mais positiva e criativa para a questão da língua do que reclamar a não entendê-la.
  
ROCK EXPRESS – Apesar de sua música ser baseada em ritos e idéias pagãs, podemos perceber pelas letras e capa do “By the Light of the Northern Star” que algumas idéias são contra o domínio cristão sobre as Ilhas Faroe e em outros países nórdicos. Você já teve algum feedback negativo ou positivo sobre esta posição? Você já correu o risco de ser banido em algum país?

HJ – Mesmo que muitas vezes nossas letras são muito duramente anti-religiosas nós nunca tivemos problemas por causa disso, e eu acho que é porque essa visão é compartilhada por muitas pessoas nos países nórdicos.

ROCK EXPRESS – Algumas outras bandas com background folclórico tendem a usar não só instrumentos tradicionais do Heavy Metal, mas flautas, gaitas, violino, foles, etc. Você tem intenção em lançamentos futuros explorar mais com esses instrumentos? Você aprendeu a tocá-los?

HJ – Engraçado você perguntar. Eu aprendi a tocar flauta quando eu era criança. Foi o meu primeiro instrumento e as classes de flauta na escola pública eram obrigatórias. Mas nós somos inspirados até certo grau pela música tradicional faroense, e na música tradicional das Ilhas Faroe não existem instrumentos. Apenas cantando. Não temos a intenção de acrescentar instrumentos musicais tradicionais em nosso line-up e gostaríamos de manter o nosso som reconhecível como ele é.
 
ROCK EXPRESS – Eu estava no 70,000 Tons of Metal, e foi incrível assistir ao TÝR em um navio no meio do oceano. Se fosse mais frio e com neve, poderia ser um lugar perfeito para seus shows. Como foi essa experiência? O palco era escorregadio e o navio balança um pouco? Você acredita que esses festivais serão mais freqüentes? E o mais importante: você se divertiu?

HJ – O palco não era tão escorregadio, e o balanço do navio era muito pequeno de modo que não nos deu problemas. Não tenho dúvidas de que o conceito de cruzeiro festival será um sucesso, porque foi de longe o festival mais conveniente e luxuoso em que eu estive. Sem chafurdar na lama, sem banheiros nojentos e comida muito boa sempre que quisesse tudo pago antecipadamente, e eu certamente me diverti, eu posso te dizer isso.
 
ROCK EXPRESS – Pelas letras, é visível que você tem um conhecimento grande em mitologia. Você tem planos de lançar material escrito sobre isso? Estou perguntando isso porque Varg Vikernes disse uma vez que ele está escrevendo seu próprio livro de mitologia, mas nunca o lançou.

HJ – Eu nunca pensei em escrever sobre mitologia, mas talvez essa seria uma boa idéia.

Photobucket

Os shows da banda TÝR no Brasil serão em Belo Horizonte (29/07), São Paulo (30/07) e Curitiba (31/07). Para mais informações sobre os shows acesse o link: The Ultimate Press


Leia também:


Compartilhe

Comente