Blind Guardian em São Paulo

Eis que os bardos germânicos retornam a São Paulo!

Depois de 4 anos desde seu último show, a banda alemã Blind Guardian retorna as terras tupiniquins para divulgar seu último álbum “At the Edge of Time“, passando por 5 cidades brasileiras: Rio de Janeiro, Porto Alegre, São Luís, São Paulo e Curitiba, sendo que  nesse ano o Rock Express teve a oportunidade de conferir o show de São Paulo, que ocorreu na última sexta-feira, 09 de setembro no Via Funchal.

Por João Paulo de Matos Mota

O show de abertura ficou a cargo da banda Brotherhood, proveniente de Franca, interior de SP. Por aproximadamente 40 minutos, a banda teve a oportunidade de apresentar para o público presente um power metal bem executado, com fortes influências do próprio Blind Guardian.

Após um intervalo de aproximadamente 30 minutos – onde aproveitamos para beber mais algumas cervejas – sobem ao palco os alemães do Blind Guardian abrindo o show com a Sacred Worlds, faixa que também abre o novo CD “At the Edge of Time“.

No início, notamos alguns problemas com relação a equalização do som e também com a iluminação da bandeira estendida no fundo do palco, que acabou ficando muito escura, mas foram logo regularizados e não chegou a prejudicar o show.

A apresentação contou com diversos sucessos da banda, como “Sanctuary”, “Traveler in Time”, “Welcome to Dying”, “Bright Eyes”, “Lord of the Rings”, “Valhalla”… Sinceramente? Se eu for citar todos, sejam eles recentes ou não, vou acabar detalhando o set-list inteiro, pois o show foi um petardo atrás do outro, deixando a galera sem folêgo de tanto agitar e cantar junto! Das 15 músicas da noite 3 eram do novo CD: “Sacred Worlds” (conforme já citado), “Tanelorn (Into the Void)” e “Wheel of Time”.

Hansi Kusch, agora de cabelo curto, interagiu bastante com o público, comentando sobre as músicas e suas referências com as histórias fantásticas de Tolkien, de como eles gostam de tocar por aqui e elogiando o público brasileiro sempre que possível.

Com um bis que contou com “Wheel of Time”, “The Bard’s Song” (cantada em uníssono por todos) e a tão pedida “Mirror Mirror”, a banda se despede de um público que ficou em êxtase por 2 horas e que já deixava o Via Funchal ansioso pelo próximo retorno da banda. Retorno esse que esperamos não demorar mais 4 anos.

Set-list do show de São Paulo:

1. Sacred Worlds

2. Welcome to Dying

3. Nightfall

4. Fly

5. Time Stands Still (at the Iron Hill)

6. Bright Eyes

7. Traveler In Time

8. Tanelorn (Into the Void)

9. Lord of the Rings

10. Valhalla

11. Majesty

12. And Then There Was Silence

13. Wheel of Time

14. The Bard’s Song – In the Forest

15. Mirror Mirror

NOTA! Infelizmente o ROCK EXPRESS não teve a possibilidade de registrar o evento com fotos exclusiva devido a falta de credenciamento para a entrada de equipamentos profissionais adequados, afim de manter a alta qualidade das fotos por nós produzidas.


Leia também:


Compartilhe

Comente