Unisonic e Gotthard em São Paulo

Desde a minha adolescência eu tinha o sonho de poder presenciar uma performance ao vivo de Michael Kiske cantando os clássicos do Helloween, principalmente aqueles dos Keepers pt. 1 e 2. Infelizmente por muito tempo acreditei ser um sonho impossível, dada a briga que ele teve com alguns membros da banda. Impossível até o dia em que saiu a notícia que Kai Hansen e ele haviam se juntado para formar uma nova banda, chamada Unisonic. Comecei a ficar realmente apreensivo e acreditar no sonho se tornando realidade quando o EP Ignition (fantástico!) foi lançado e a banda anunciou uma turnê mundial. Ótimo, o que antes parecia impossível, na verdade estava bem perto de acontecer e eu poderia presenciá-lo ao vivo! Eis então que a Free Pass anunciou o show da banda para o dia 18 de maio em São Paulo, no HSBC Brasil e esse foi o dia em que o meu sonho (e de mais um montão de gente) se tornou realidade!

 

Por João Paulo de Matos Mota / Fotos: Edu Lawless

 

DSC_0885

Os convidados especiais responsáveis por começar a esquentar a noite foram os suíços do Gotthard, que estão em turnê de divulgação do novo álbum, “Firebirth” (que ainda será lançado no dia 1 de junho), além também de apresentar o novo vocalista, Nic Maeder, que está substituindo Steve Lee, falecido em outubro de 2010 num acidente de moto. Com certeza uma tarefa não muito fácil para ele, ainda mais pelo grande vocalista que foi Steve, mas na minha opinião Nic mandou muito bem e não decepcionou em nenhum momento, pois tem uma técnica vocal excelente e um carisma que agradou a todos.
DSC_0863O show começou com a clássica “Dream On“, seguida por “Top of the World“, levantando a galera que estava presente e já dando uma bela amostra do que teríamos pelo resto da noite! Em seguida eles mandaram “Starlight“, faixa de abertura do novo álbum. A banda, formada por Marc Lynn (baixo), Hena Habegger (bateria), Freddy Scherer e Leo Leoni (guitarras), além de Nic Maeder nos vocais, mostrou muita empolgação e entrosamento no palco. As músicas também estão soando mais pesadas ao vivo do que em estúdio. Houve um momento de comoção geral quando Nic dedicou a belíssima “One Life, One Soul” a Steve, era hora de todos acenderem seus isqueiros e cantarem em uníssono “One Life, One Soul, Forever I know..“. Após isso, era hora de Leo Leoni utilizar seu Talk Box para as duas próximas músicas que viriam: “Mountain Mama” e “Ride On“. Impossível não ver esse aparelho sendo utilizado e não lembrar de alguns clássicos do Bon Jovi! Em seguida emendou um cover e a música escolhida foi “Hush“, que apesar de ter sido composta por Joe South para Billy Joe Royal, é conhecida por todos nós pela versão feita pelo Deep Purple. Após a “Lift ‘U’ Up” do álbum “Lipservice” de 2005 o fim do show foi marcado pela clássica “Anytime Anywhere” que ficou muito famosa por aqui por tocar em algumas rádios rock de São Paulo. No final da apresentação, a banda parecia não acreditar no que via: um HSBC Brasil bem cheio aclamando a banda como se a noite fosse apenas deles! Memorável!

 

DSC_0828Setlist Gotthard

1. Dream On

2. Top Of The World

3. Starlight

4. Sister Moon

5. Master of Illusion

6. Need To Believe

7. Give Me Real

8. Remeber It’s Me

9. One Life, One Soul

10. Mountain Mama

11. Ride On

12. Hush (Billy Joe Royal cover)

13. Lift ‘U’ Up

14. Anytime Anywhere

 

Eis então que após um breve intervalo para arrumarem o palco, uma introdução com música clássica surge no PA e a banda sobe ao palco com a faixa que abre o CD e leva o próprio nome da banda: “Unisonic“! Todos da banda pareciam super animados, inclusive o Kiske, que logo foi procurar por uma torre de som que ele pudesse escalar, assim como fez no show de 2010 quando veio com o Avantasia e subiu na torre de som do CTN em São Paulo. O show seguiu com outra da banda, a “Never Too Late” e eu não acreditava no que estava vendo, uma banda muito contente com a receptividade que o público estava demonstrando e um Michael Kiske cantando muito, mas muito mesmo!

DSC_0053

Impressionante ver o carinho do público com a banda, tanto que enquanto Michael tentava conversar com a galera entre uma música e outra, ele era obrigado a fazer algumas pausas para agradecer o coro de “Ole, ole, ole, Kiske, Kiske” da galera, além também de explicar que quando um fã pede desculpas por incomodá-lo quando pede um autógrafo ou uma foto, na verdade ele não está o incomodando e que a banda só viajou até o Brasil por causa de nós, os fãs. A nostalgia tomou conta de todos quando Kiske anuncia que a próxima música seria uma do “Keeper of the Seven Keys pt. 2” e o nome dela, “March of Time“.

 

Como foi bom ter presenciado aquilo, Michael estava em uma de suas melhores fases, cantando de maneira excepcional, inclusive cantando trechos de músicas do Elvis entre uma música e outra. O show contou com praticamente todas as músicas do CD da banda, ficando de fora apenas a “No One Ever Sees Me” e “The Morning After“, faixa bônus da versão japonesa, por outro lado, teve a “Over The Rainbow“, que foi a música escolhida como bônus para a versão européia do álbum.

DSC_0953

 

Após aquela “pausa” antes do final do show, todos já sabiam o que viria a seguir ao ouvir Kai Hansen voltando ao palco tocando a versão da música clássica “In The Hall Of The Mountain King“, intro da tão esperada “Future World“! E o que foi aquilo? Parecia que eu estava ouvindo o “Live In The U.K.” do Helloween! E logo na sequência veio “I Want Out“, pra encerrar uma noite fantástica, quase que inacreditável. Para todo lado que eu olhava, via pessoas emocionadas com o que estavam vendo, pois foi uma noite fantástica, que ficará na memória pra sempre, como um sonho que se tornou realidade!

 

DSC_0998Setlist Unisonic

1. Unisonic

2. Never Too Late

3. Renegade

4. King For A Day

5. I’ve Tried

6. My Sanctuary

7. March of Time (Helloween cover)

8. Over The Rainbow

9. Star Rider

10. Souls Alive

11. We Rise

12. Never Change Me

13. Future World

14. I Want Out

Galeria de Fotos Unisonic

Galeria de Fotos Gotthard

 
Agradecimentos a Heloisa Vidal e toda a equipe da Free Pass Entretenimento pelo credenciamento e profissionalismo demonstrado com a equipe Rock Express.

Leia também:


Compartilhe

Comente


  • Pingback: Rock Express Cast #09 – Thy Symphony | Rock Express()

  • Pingback: Rock Express Cast #09 – Thy Symphony | Rock Express()

  • Leonardo Zanata

    Aí JP e Papinha…muito foda essa descrição do show.. pra quem não foi (como eu) deu pra ter uma idéia boa de como foi bom….Parabéns pelo bom trabalho… continuem assim! Grande abraço! Léo/Grambole.

  • http://cozinhaninha.blogspot.com Ana Paula Vono

    Foi realmente uma noite memorável!!! Estive presente para ver a minha banda de "cabeceira" Gotthard, mas também curti muito o Unisonic… Só me recordo de o Kiske ter mais cabelos…. rs…
    E a emoção e reverência do Kiske ao ver a galera aclamando seu nome "Kiske, Kiske, Kiske!"… Foi lindo!
    Ver estas duas bandas tão, tão boas juntas numa noite: inesquecível…

    P.S.: o nome da música do Gotthard é One Life, One Soul!

    • jpmmota

      Oi Ana, obrigado pela dica, já está corrigido! =)