Assassin em São Paulo – 19 de Agosto

Este ano de 2012 está deixando sua marca como um ano incrível, onde diversas bandas estão abrindo os olhos para o Brasil e vindo pisar pela primeira vez em nossas terras. E nós só temos a agradecer à produtora Open The Road por ter possibilitado a banda Assassin, lenda do Thrash Metal alemão, fazer uma passagem por São Paulo, no Manifesto Rock Bar no dia 19 de agosto de 2012.

 

Por Klemer Santiago / Fotos Pri Secco

 

E nada melhor do que termos bandas nacionais, expoentes das vertentes Speed Thrash/Death/Black Metal para aumentar a intensidade dessa grande noite.

 

A primeira delas foi a banda paulista Anthares, de Speed/Thrash Metal, que é formada por Pardal no baixo, Júnior na bateria, Topperman na guitarra (ex-Korzus), Mauricio (ex-Ódio, Megaforce) e por Diego Nogueira no vocal. Munidos de muita experiência, um guitarrista solo super veloz e de um Thrash Metal super rápido, eles tocaram composições de seu álbum “No Limite da Força” e passaram por inúmeras Demos que lançaram em sua carreira, agradando a todos presentes. Porém não podemos deixar de registrar que muitas pessoas reclamaram da abertura da casa que iniciou juntamente com a apresentação da Anthares e impedindo que muitos assistissem ao show por completo.

IMG_3445

A segunda apresentação ficou por conta da banda paulista Blasthrash, de Thrash Metal, uma curiosidade é que o vocalista da banda Anthares, Diego Nogueira, voltou ao palco e dessa vez se apresentou como baixista na Blasthrash. A banda também é formada por Rafael Sampaio na bateria, Henrique Perestrelo (Infected) e Regi Mota nas guitarras e Dario Viola nos vocais. Já com o público todo presente, a Blasthrash lançou o seu furioso  Thrash Metal e deixou o público ensandecido, muitos moshpits foram se formando e víamos várias pessoas pulando do palco.

IMG_3471-3

A penúltima banda a se apresentar foi a Vulcano, oriunda de Santos/SP e que manda um Black/Death/Thrash Metal. Sendo formada por Zhema Rodeiro no baixo, Arthur Von Barbarian na bateria, Luiz Carlos Louzada no vocal, Carlos Diaz no baixo e por Fernando Nonath na guitarra, eles apresentaram um som extremamente pesado e veloz, todos com muita presença de palco e muita garra. Damos destaque ao vocalista Luiz Louzada que possui um timbre rouco e forte, adicionando mais um clima obscuro ao som da banda e ele tinha o domínio total sobre o público, que respondia com muitos aplausos e moshpits vorazes.

Volcano

Após excelentes apresentações das bandas brasileiras, foi chegada a hora mais esperada da noite. A banda Assassin veio pela primeira vez no Brasil e sendo assim, muitos fãs estavam sedentos de sua apresentação. Essa banda foi interrompida abruptamente em 1989, após terem sido roubados todos os seus equipamentos e sem condições de comprar novos, eles optaram por encerrar a banda. Ocorreram alguns encontros entre seus integrantes, porém somente em 2002 eles decidiram finalmente voltar com a banda. E foi um sucesso, no ano seguinte já começaram a participar de grandes festivais como o Wacken Open Air.

 

Sendo formada por Robert Gonnella no vocal, Michael “Micha”  Hoffman (ex-Sodom) e Jürgen “Scholli” Scholz nas guitarras, Joaquim Kremer no baixo e  Björn “Burn” Sondermann na bateria, eles chegaram com um setlist “Assassin” (Matador)!

 

Totalmente inspirados e felizes por estarem tocando para fãs que nunca viram a banda antes, eles lançaram uma enxurrada de clássicos da banda, começando por “Fight”, “Judas” e a “Breaking the Silence”.

Assassin

A dupla de guitarristas dividem riffs e solos ultra velozes e trocam de lugar no palco o tempo todo. Outra pessoa que não para no lugar é o baixista Joaquim que muitas vezes subia na plataforma da bateria e pulava de volta ao palco. Vale destacar o sincronismo da cozinha dessa banda que era simplesmente perfeita, thrasheira alemã da melhor qualidade! A técnica do baterista Björn era infalível e tudo isso aliado com a presença de palco do vocalista Robert, que realmente incorpora os protestos de suas músicas e fazia um show a parte, o público era levado ao delírio, com intermináveis moshpits, com direito a pessoas passando por cima do público, outras pulando do palco, até mesmo o segurança da casa ficou no palco, pois essa situação se repetiu muitas vezes, porém ele não precisou agir em momento algum. O que se via, eram fãs que estavam ali se divertindo e muito!

 

Mais uma noite inesquecível para o público metaleiro paulista! E que venham mais!

 

AssassinSetlist Assassin:

01.  Intro/Fight

02.  Judas

03.  Breaking the Silence

04.  Baka

05.  Destroy the State

06.  The Club

07.  AGD

08.  Raise in the Dark

09.  The Last Man

10.  Bushwackers

11.  Raging Mob

12.  Nemesis

13.  Kill of be killed

14.  Assassin

15.  Abstract War

16.  Holy Terror

17.  Bullets

Galeria de Fotos

Agradecimento a produtora Open The Road e ao Manifesto Bar pelo apoio e credenciamento para o show.

Leia também:


Klemer Santiago

Heavy Metal Breakdown!

Compartilhe

Comente