Necromancia – Live 20 de Outubro

A região do ABC de São Paulo tem uma cena Metal extremamente rica e com folego para outras muitas décadas que estão por vir!

 

Por Klemer Santiago / Fotos Pri Secco

 

No dia 20 de Outubro de 2012, presenciamos no Central Rock Bar, no festival Metal Total 28, o quanto essa cena é forte e resistente ao tempo com bandas de média e longa data, além de também inspirar novos talentos. A banda que abriu a noite foi o novo talento do ABC a Cranial Crusher, que desde 2010 mistura vertentes que vão de um Thrash/Hardcore até a um Punk. Formada por Renan Stoiani nos vocais e baixo, Lucas Aímola na guitarra e Guilherme Souza na bateria, eles fizeram um show com composições próprias e batera de muita pegada Speed, solos de guitarra excelentes e vocal com boa presença de palco.

 

Setlist Cranial Crusher

Intro

Vale da Morte

Napalm

A Queda Sofrer (Ratos de Porão Cover)

Apocalipse Zumbi

Too many Cops

Divinvs Carmen

Distopia

My Lai

Commando (Ramones Cover)

 

Em seguida, foi a vez da banda Guillotine, de Thrash/Death Metal, sendo uma representante de longa data de como a cena do ABC é forte e tradicional. Essa banda que começou originalmente em 1987, com outra uma formação e se separaram. Rene conseguiu a permissão com seu primo e com os antigos membros para reativar a banda e desde 2001 a banda está na ativa.

 

Formada por Renan Carrenho no baixo, Gil Oliveira na bateria, Rene Simionato nos vocais/guitarra e Luis Pizano na guitarra, eles fizeram uma longa apresentação com músicas de toda a sua carreira. A banda Guillotine está nos últimos preparativos para o lançamento do seu novo álbum e nesse show eles apresentaram uma nova composição a The Fourth Kind, que começou com uma introdução brilhante de guitarras limpas fazendo dobras, seguido do guitarrista Lucas surpreendendo a todos, fazendo um vocal limpo e intercalando os vocais com Rene, que cuidava dos guturais e rasgados e Gil mostrando com muita clareza sua técnica apurada e empolgante na bateria. Com muito agito e participação da galera na execução das músicas, eles brindarão o público com a execução de um cover da música Zombie Ritual da banda Death, o que surpreendeu a todos.

 

Setlist Guillotine

Intro – Metal in the Vein

Conflict in another dimension

Human Aliens

The Fourth Kind

Pagan Altar

Zombie Ritual (Death Cover)

Apalling Night

Teacher’s Pet (Venom Cover)

Terminator

Necromancia

Já com o público aquecido e em número expressivo, a principal banda da noite, Necromancia, de Thrash/Groove Metal, que desde 1984 vem mostrando o seu poder musical, revelando nada mais nada menos que Andreas Kisser, que veio a ficar conhecido como um dos expoentes do Metal mundial na banda Sepultura.

 

Nesse show, a banda veio lançar o seu terceiro albúm full-length, que foi intitulado como Back from the Dead, comemorando seus 27 anos de banda. Liderada por Marcelo “Índio” d’Castro nos vocais e guitarra, Kiko d’Castro na bateria e por Edgar “Budega” Gerbelli no baixo, eles vieram dar um show de Thrash Metal e de carisma com o público. Com um público fiel e ávido por clássicos da Necromancia, eles mandaram uma enxurrada de músicas novas e de clássicos do passado, começando com a “Playing God” e “Under the Gun” e mandando a homônima do novo ábum “Back from the Dead”.

Necromancia

Os irmãos Índio e Kiko deram uma verdadeira aula de como o Metal pode ser tocado e vivenciado. Índio possui um vocal original, forte e potente, com rasgados muito bem empregados e nervosos, aliados a sua técnica e timbre de guitarra matador, com solos e bases limpas e distorcidas, com groove e idéias dignas de gênio na guitarra, ele prende e cativa à atenção do público! Seu irmão, Kiko é criativo e muito rápido nas levadas de Thrash Metal, aliadas de uma pegada brasileira e sincronismo animal com o baixista “Budega”, este que dá um show de presença de palco e sintonia com o público, segurando com muita solidez todas as bases animais para os solos do mestre “Índio”.

 

Gepeto da banda Ação Direta, foi convidado a subir ao palco e mandar a música “Farsa”, do albúm “Check Mate” e com muita garra em sua interpretação, foi aplaudido com muito fervor! Eles ainda mandaram uma da sua demo Suicidal Madness, a “Death Lust”, que foi regravada no álbum “Back from the Dead” e que possui uma proposta de se manter fiel a sua composição original. Como de costume, eles tocaram sua versão da música “Overkill” da banda Motörhead e o público foi muito receptivo, aplaudindo com muito vigor no solo de bateria que foi emendado por Kiko. Grandioso show do Necromancia e uma verdadeira aula de Thrash Metal e de vigor aos desafios que o tempo nos propõe.

 

Setlist Necromancia

NecromanciaPlaying God

Under the Gun

Back from the Dead

The Blooding

Check Mate

Farsa

Necrosphere

Greed Up

Birth..Suffering…Death

No Way Out

Cold Wish

Over Kill

Death Lust

Action Reaction

 

Galeria de Fotos Necromancia


Leia também:


Klemer Santiago

Heavy Metal Breakdown!

Compartilhe

Comente