Crucified Barbara em São Paulo – Live, 15 de Novembro

Talvez não houvesse uma melhor formula para descrever tal situação, feriadão prolongado em São Paulo somado a lindas garotas suecas que fazem um Hard Rock de altíssima qualidade tocando no Inferno! Pois foi exatamente essa a mistura que deu o tom da noite do dia 15 de Novembro ao som da Crucified Barbara na capital paulistana.

 

Por Edu Lawless e Dani Gunther

 

Com um público em maioria feminino e jovem, o Inferno Club abriu suas portas as 19h. O show de abertura ficou por conta da outra banda feminina de Goiania, Girlie Hell, que acabou segurando a bronca e a responsabilidade de abrir para as suecas. Sob o olhar atento do público presente, a banda mostrou muita personalidade em apresentar seus sons próprios, mesmo não sendo tão conhecida do publico paulistano, ganhando o respeito pelos presentes na casa, com um som muito bem executado.

DSC_0325

A segunda banda a tocar foi de uma nova banda de Hard paulistana, Sioux66, que apresentou entre alguns sons próprios, algumas covers famosas do Hard Rock que fizeram o público agitar bastante, já na expectativa que verem as Barbaras subirem ao palco.

DSC_0369

Com um relativo atraso de meia hora, devido toda desmontagem e remontagem de palco, a suecas botaram fogo no Inferno as 22h30 quando foram ao palco lideradas pela vocalista e guitarrista Mia Coldheart, a energia fantástica de Klara Force na outra guitarra, Ida Evileye no baixo e Nicki Wicked detonando na bateria.

DSC_0740

A primeira passagem da banda na Tour Brasileira que já havia estado nas cidades de Goiania, Brasilia e Florianópolis, impressionou muito ao público presente , com um som impecável e muito bem equalizado a banda abriu o show com “The Crucifier” do novo álbum “ The Midnight Chase”.  Apesar da música fazer parte do recente álbum, o público arrebentou de cantar junto com a banda e agitar muito a casa. Alias o repertório foi bem calcado sobre o novo álbum, com 7 músicas de todo o Setlist, mas que não pareceu problema algum, já que o público respondia e cantava junto com a banda todas as músicas.

DSC_0510

Apesar dos grandes novos sucessos, os antigos sucessos como “Play Me Hard”, “Jennyfer”, “Sex Action”, entre outros detonaram ainda mais a galera. Um dos grandes pontos do show já é uma referencia nos shows das garotas, quando a guitarrista Klara Force assume parte dos vocais para cantar “ Killed by Death” famosa música do Motorhead, executada com excelência pelas Barbaras e que colocou a casa abaixo.

 

Na volta para o Bis “Count Me In” deu a toada balada do show, para emendar um final alucinante com “Rock´n´Roll Bachelor” e “In Distortion We Trust”.

DSC_0574

Ao final tudo podia se descrever era um consenso geral entre o pessoal da mídia, de que a Crucified Barbara havia inusitadamente nos dado um dos melhores shows do ano.

 

 

Setlist

DSC_06191. The Crucifier

2. Play Me Hard

3. Rock Me Like the Devil

4. Bad Hangover

5. Shut Your Mouth

6. Jennyfer

7. Pain and Pleasure

8. Rules and Bones

9. into the Fire

10. Sex Action

11. Everything We Need

12. Killed by Death

13. Losing the Game

14. Count Me In

15. Rock´n´Roll Bachelor

16. In Distortion We Trust

 

Galeria de Fotos Crucified Barbara

Galeria de Fotos Girlie Hell e Sioux 66

Agradecimento a Solid Produtora e ao Inferno Club pela realização do evento e suporte.



Compartilhe

Comente