Ill Niño em São Paulo, Live 15 de Dezembro

No dia 15 de Dezembro de 2012, aconteceu mais um grande evento na capital paulista, proporcionado por meio de ativação pelos próprios fãs, através da empresa AtivaAi, que foi realizado na casa de shows Via Marquês, trazendo  nada mais nada menos do que a banda americana Ill Niño para mais uma apresentação no Brasil. E para completar com “chave de ouro”, a organizadora do evento convidou as bandas C-REAL, EDC, The Silence e Skin Culture.

 

Por Klemer Santiago / Fotos Pri Secco

ILL NINO

A primeira banda a se apresentar foi a respeitada Skin Culture, de Mogi das Cruzes/SP, que fizeram o show de lançamento do albúm “The Flame Still Burns Strong” e logo de cara o vocalista Shucky Miranda conquistou o público com o seu carisma, vocal potente e rasgado, aliado de um som pesadíssimo dos instrumentos de corda e de um baterista que literalmente “mói” a bateria com sua técnica apurada, tribais, agradando muito o público presente e gerando muitos “moshs”. Perto do final da apresentação o vocalista Shucky perguntou se o publico gostava de Ill Niño e em seguida chamou ao palco o percussionista Daniel Couto da banda Ill Niño para fazer uma participação especial, instigando ainda mais o público que estava muito ansioso pela apresentação da banda principal.

 

Em seguida foi a The Silence, que conta com o famoso baterista o Fernando Schaefer (Worst) e eles apresentaram músicas do álbum “States of mind” e fizeram um grandioso show, de aproximadamente 1 hora, deixando o público ensandecido com suas “pedradas”, com destaque para os vocais de Ricardo China que variam do melódico aos guturais.

 

A terceira banda a se apresentar foi a EDC, que ficou evidente que possuíam uma grande legião de fãs presentes e esse show tinha um cunho mais do que especial para a banda, pois eles estavam celebrando 10 anos de existência. Eles fizeram um show arrasador, apresentando músicas do seu mais novo EP “Em dias Chuvosos”, com um som mais tranquilo ao que foi apresentado pelas outras bandas, muito trabalhado e com muita personalidade, vocal melódico, eles alavancavam fervorosos aplausos após cada música executada. Vale a pena ressaltar que a banda EDC estranhamente fez uma apresentação curta em comparação às demais bandas, o que gerou um grande protesto pelos fãs.

 

Na sequência foi a banda C-REAL, de New Metal, que estava realizando nessa noite o seu último show e por esse motivo os garotos de Guarulhos/SP fizeram uma apresentação memorável. Com uma presença de palco energética, eles mostraram toda a sua força e identidade nos ritmos brasileiros como baião, forró e do maracatu e nas suas misturas com a guitarra pesada do New Metal, gerando uma grande sintonia com o público, que na maioria das músicas dançava aos ritmos cativantes proporcionados pela excelente banda.

 

Finalmente foi chegada a hora e pontualmente a uma da manhã, a banda americana Ill Niño subiu ao palco, sendo recebidos com muita alegria pelo público. E sem demoras, eles mandaram logo de cara a música “If you still hate me”, levando o público diretamente para o seu primeiro álbum Revolution Revolución, causando grande fervor e êxtase no público, que pulavam e cantavam em uníssono com o vocalista brasileiro Christian Machado.

ILL NINO

Essa banda possui uma energia fora do comum ao vivo e com a presença de dois brasileiros e um peruano como integrantes da banda, era evidente que o público se sentiu mais próximo, traduzindo-se em um laço muito forte e em uma atmosfera incrível de se presenciar.

 

Numa mistura enrolada de português com espanhol e inglês, Christian Machado agradeceu a presença de todos e aos fãs que tornaram realidade a vinda do Ill Niño novamente ao Brasil.

 

A banda tocou inúmeros sucessos de sua carreira, passando por diversos álbuns, inclusive o mais recente Epidemia com as músicas “La Depression” e “La Epidemia”, sempre muito aplaudida e com o público agitando com muita garra em resposta às grandes performances e presença de palco dos guitarristas Diego Verduzco, Ahrue Luster (ex-Machine Head) e do baixista Lazaro Pina.

ILL NINO

De repente, após várias músicas, a banda se despede do público e sai do palco. Neste momento, o público aclamava pelo retorno da banda e após alguns minutos, o brasileiro e percussionista Daniel Couto retorna ao palco e canta para o público: “Tem gente que vive chorando de barriga cheia” E muito aplaudido, ele completa: “O Chris falou para os Argentinos que o Brasil não seria que nem lá”, o público vaiou e Daniel continuou: “A Argentina não chega aos pés daqui!” Levando o público ao delírio. Em seguida, o baterista Dave Chavarri, veio ao palco e juntos eles mandaram uma verdadeira aula de ritmos latinos.

 

Após o grande show de bateria e percussão, a banda voltou ao palco e executou mais duas pedradas “What Comes Around” e finalizando com a música “Liar”, onde Shucky Miranda da banda Skin Culture foi convidado para dividir os vocais com Christian, dando um tom mais agressivo ao clássico da banda.

 

Noite memorável para o público Metal/Nu Metal brasileiro, que ainda continuou pulando e agitando mesmo após o término das apresentações, apenas com o som “mecânico”, demonstrando um grande amor a esse estilo.

 

Setlist Ill Niño

ILL NINOIf You Still Hate Me

This Is War

Te Amo… I Hate You

God Save Us

I Am Loco

The Depression

Unreal

Rumba

Corazón Of Mine

When It Cuts

La Epidemia

How Can I Live

The Alibi of Tyrants

Lifeless Life

What Comes Around

Liar

 

Galeria de Fotos Ill Niño

 

Agradecimentos a Empresa Ativaai pela realização do espetáculo, Adriano Coelho e Damaris Hoffman (Hoffman & O´Brian Assessoria) pelo suporte e assessoria ao evento.

Leia também:


Klemer Santiago

Heavy Metal Breakdown!

Compartilhe

Comente