Projeto Peso Brasil em São Paulo – Live, 20 de Janeiro

Nesse último Domingo, dia 20 de Janeiro, aconteceu em São Paulo, no Manifesto Bar o Projeto Peso Brasil,  organizado por nada mais nada menos que o lendário Ricardo Batalha (Roadie Crew) em conjunto com o Manifesto Bar, nos proporcionando uma verdadeira aula sobre o Thrash Metal nacional, com 3 bandas históricas da década de 80: Necromancia, Attomica e Anthares!

 

Por Klemer Santiago / Fotos Pri Secco

Anthares

A primeira delas foi a banda paulista Anthares, que faz o seu Speed/Thrash Metal desde 1983, e conta atualmente com Diego Nogueira (vocal), Eduardo “Topperman” Scarelli (guitarra, ex-Korzus), Mauricio Amaral (guitarra, ex-Ódio, Megaforce), Pardal Chimello no baixo e Evandro Júnior (bateria). Munidos de muita experiência, muita movimentação no palco, um guitarrista solo super veloz e de um baterista que literalmente mói o seu kit, eles tocaram composições novas e clássicos do seu álbum No Limite da Força. Durante o show foram vistos vários moshpits na pista e a galera se empolgando e começando a fazer stagedive, trazendo já o tom da noite.. uma grande festa e que por sinal estava com um som impecável!

Attomica

A segunda banda a subir no palco foi a banda Attomica, que foi formada em 1985 na cidade de São José dos Campos/SP. A atual formação da banda conta com Alex Rangel nos vocais, Jonas Rodrigues e João Paulo nas guitarras, André Rod no baixo e Vitor Friggi na bateria, que subiram ao palco ávidos por conquistar o público paulista – e conseguiram o que queriam! Promovendo o álbum Attomica IV, apresentaram um Thrash Metal tecnicamente impecável e assiduamente veloz, todos integrantes demonstraram muita presença de palco e muita garra, intercalando os solos furiosos entre os guitarristas Jonas e João Paulo, com destaque para o vocalista Alex Rangel que roubou a cena com sua técnica vocal e domínio do público, que respondeu com muitos aplausos e moshpits.

Necromancia

A terceira e última apresentação da noite ficou por conta da banda Necromancia, de Thrash/Groove Metal, originária de São Bernardo do Campo/SP que, desde 1984, vem mostrando todo o seu poder musical. Liderada por Marcelo “Índio” d’Castro nos vocais e guitarra, Kiko d’Castro na bateria e Roberto Fornero no baixo, o trio literalmente deu um show de Thrash Metal e de carisma com o público. Como já havia passado das 23h, parte do público já havia ido embora, mas isso não tirou nem um pouco o brilho do show. A banda tocou uma enxurrada de músicas do mais recente álbum Back From The Dead e clássicos do passado.

 

Marcelo “Índio” agradeceu Ricardo Batalha pela organização desse grande evento e todo o público que ficou até o final para prestigiar o seu trabalho. Ele mandou um vocal original, forte e potente, com rasgados muito bem empregados e nervosos, aliados a sua técnica e timbre de guitarra matadores, tanto em bases limpas e como em distorcidas, Aliando sempre muito groove e idéias geniais na guitarra, ele prende e cativa a atenção do público, sempre executando com muita perfeição cada base e solo! Seu irmão, Kiko d’Castro é criativo e muito rápido nas levadas de Thrash Metal, aliadas de uma pegada brasileira e sincronismo animal com o baixista Fornero, este que dá um show a parte em presença de palco!

 

Para engrandecer ainda mais o clima histórico e de festa, Índio convidou ao palco o vocalista Gepeto da banda Ação Direta, para mandar a música Farsa, do albúm Check Mate (2001) e com seu vocal característico de protesto, levantou muitos aplausos do público!

Foi uma grande festa o projeto Peso Brasil e que venham outros como esse para valorizar a grande gama de bandas do Metal nacional!

Galeria de Fotos

Agradecimentos ao Manifesto Bar e ao Mestre Ricardo Batalha pela realização e suporte ao evento.

Leia também:


Klemer Santiago

Heavy Metal Breakdown!

Compartilhe

Comente