Tumba Produções encerrando um ‘ciclo’ de vida

Após o sucesso do show da banda Tankard no Hangar 110, com uma casa lotadaça, praticamente sem espaço para se mexer. Tudo que tinha para ser uma noite inesquecível acabou sendo também uma noite de triste noticia para a cena do Metal Extremo e Underground.

 

Na manhã desta sexta, as notícias que já circulam pelos meios especializados e redes sociais, anunciando que este foi o último evento feito pela Tumba Produtions.

 

Em nota oficial, ainda na manhã desta sexta, Edu Lane, proprietário da Tumba Produtions e também baterista da banda NervoChaos, anunciou: 

“Após 17 anos trabalhando como produtor, agendando shows e turnês, não só no Brasil, mas pela América Latina também, conclui o meu ciclo e estou encerrando as atividades da TUMBA. Gostaria de agradecer imensamente a todos que participaram desta jornada junto comigo, sejam equipe, produtores locais, agentes, bandas, imprensa e público. Juntos escrevemos uma parte da história da cena extrema no Brasil e na América Latina. Também acredito que a minha contribuição a cena Brasileira tenha sido realizada ao longo destes anos. Desejo muita sorte aos que seguem nesta estrada e deixo claro que continuo apoiando a cena, mas de uma outra forma.”

 

Inegavelmente a Tumba Produtions tem sido uma das principais produtoras a abrir espaço para as bandas do underground e principalmente de Metal Extremo, tendo sempre muita competência nas realizações de seus eventos. 

   

Nota do Editor:

A lacuna que a Tumba deixará na cena será praticamente irreparável e com certeza fará um falta incrível para o público Metal do Brasil e toda América Latina. Nós do Rock Express sentimos muito pela notícia, assim como também respeitamos e apoiamos as direções tomadas, já que neste nosso ano de vida, sempre que pudemos estivemos atuando em conjunto com a produtora Tumba sempre sendo bem recebidos e respeitados.

Mas como no mundo do Metal sempre vemos bandas irem e virem, ficará nossa torcida que esse ‘afastamento’ seja apenas temporário. Que seja apenas o encerramento de um ciclo para o inicio de outro.

Edu Lawless – Editor e Fundador Rock Express


Leia também:


Compartilhe

Comente