FireHouse em São Paulo – Live, 27 de Abril

No último sábado, dia 27, a lendária banda americana de hard rock FireHouse se apresentou finalmente pela primeira vez na cidade de São Paulo-SP em um dos bares mais famosos da capital destinado ao público Rock’n’Roll, o Manifesto Bar em um evento que foi nomeado Hard Live.

 

Por Cyntia Marangon / Fotos Edu Lawless

 

Durante a semana os burburinhos e expectativas dos fãs para este show eram evidentes nas redes sociais e afins. Claro, uma banda como essa, famosa por suas “baladas” e com grandes sucessos emplacados no mundo e principalmente no Brasil, a ansiedade e curiosidade pelas músicas que iriam estar presentes durante o show realmente mexia com a cabeça e amor dos fãs pela banda.

DSC_0998

Como já era de se esperar os fãs lotaram a casa, onde praticamente não restou um espaço sequer! E por volta de 21:00hs, toda a expectativa e ansiedade acabaram, um a um dos integrantes subiram ao palco, e a gritaria tomou conta, realmente teríamos uma grande apresentação pela frente.

DSC_0944

Logo de cara tivemos Hold your Fire, que levantou o público presente de uma maneira espetacular. Em seguida Shake & Tumble, um clássico e uma de minhas favoritas. Um dos principais hits da banda All She Wrote foi um dos momentos marcantes do início do show com os fãs pulando sem parar durante toda sua execução e com um solo sensacional de Bill Leverty levando os fãs ao delírio.

 

Não posso deixar de mencionar sobre os belíssimos vocais e cada vez mais potentes de CJ Snare, que a cada música e a cada extensão de uma determinada nota ou em momentos específicos que marcaram os fãs, se mostraram únicos e realmente surpreendentes após tantos anos desde os primórdios da banda na década de 90.

DSC_0946

Também devemos destacar outros dois membros que em suas particularidades são tão importantes quanto, o baixista Allen McKenzie e o baterista Michael Foster, que definitivamente descia a porrada nas músicas mais pesadas da banda. A interação da banda com público era única, em vários momentos os pedidos para os fãs levantarem os braços, cantarem juntos, foram atendidos sem nenhum esforço e sim com muito entusiasmo por todos.

 

Os clássicos como When I Look Into Your Eyes, Rock on the Radio e Love of a Lifetime também fizeram parte da apresentação onde os fãs claramente cantavam junto, em um coro fantástico, foi muito bonito de se ver.

DSC_0875

A grande surpresa da banda veio logo após Love of Lifetime, quando CJ disse que eles haviam feito uma pesquisa pelas redes sociais para saber qual música o público brasileiro gostaria de ouvir e portanto eles iriam atender ao pedido com Don´t Walk Away, que definitivamente não constava no setist original da banda. Surpresa mais que alucinante para o público presente e logo em seguida fechando o espetáculo com Overnight Sensations.

 

Após uma pequena pausa, o que esperaríamos para o bis era nada mais nada menos de que I Live My Life For You, realmente este foi o clímax do show, a banda e os fãs cantando juntos se tornaram um só, pois esta música mesmo para alguns que não conhecem a banda foi uma das mais famosas, onde realmente muitos amores foram embalados por ela e etc. E finalizaram com outros dois clássicos, Reach For the Sky, também vista como um dos maiores sucessos da banda e fechando com chave de ouro e a tão aguardada Dont Treat Me Bad, cujo o público levou a primeira estrofe sozinho. Uma apresentação que já ficou guardada na memória de todos.

 

Logo após o show a banda desceu para receber o carinho de todos os fãs que ainda permaneciam no local, e com muita paciência, atendeu a todos os pedidos de fotos e autógrafos.

 

Set List

DSC_09891. Hold Your Fire

2. Shake & Tumble

3. All She Wrote

4. Sleeping With You

5. When I Look Into Your Eyes

6. Holding On

7. Rock On The Radio

8. Here for You

9. Love Of A Lifetime

10. Don’t Walk Away

11. Overnight Sensation

12. I Live My Life For You

13. Reach For The Sky

14. Don’t Treat Me Bad

 

Galeria de Fotos

 

Agradecimento ao Manifesto Bar pela realização e todo suporte ao evento.

Leia também:


Compartilhe

Comente


  • João Messias Jr.

    Cyntia e Edu! Parabéns pela excelente resenha que captou muito bem o que representa a banda para aqueles que conheceram a música pesada no fim dos anos 80 e começo dos 90!