République du Salém – O Fim da Linha Não é o Bastante

A banda paulista République du Salém nos brinda com um ótimo lançamento “O Fim da Linha não é o Bastante” mostrando maturidade, ótimas composições, além de letras muito bem encaixadas e compostas. A produção do álbum é assinada por Brendan Duffey e Adriano Daga, e a gravação efetuada no Norcal Studios em São Paulo.

 

Republique Du Salem - O Fim Da Linha Nao E O Bastante

 

As ótimas seis faixas do álbum, são cantadas em português com uma sonoridade clássica e boas bases, mas sem deixar a energia do rock atual de lado. Destaque para as músicas “Corpo Achado, Bala Perdida“, e a ótima balada “Apenas uma Canção de Amor“, que mescla partes em inglês e português, particularmente achei muito interessante esta mistura, pois deu um clima muito bom para a música.

 

A arte da capa, que também me agradou muito, é assinada por Tiago Stracci, que fez um trabalho muito bem executado, resumindo um ótimo álbum com belas composições e recomendado para todos os amantes de boa música, parabéns aos membros Davi Stracci (vocal), Guido Lopes (guitarras, violão, piano), Marcio Albano (baixo) e Raul Lino (bateria), pois fizeram um ótimo álbum.


Leia também:


Lucas Amorin Passos

Nas minhas veias, além de sangue, correm notas musicais.

Compartilhe

Comente