Avantasia em São Paulo – Live, 29 de Junho de 2013

Nós somos a força de dentro, nós trazemos a fantasia, somos o reino de luz e sonhos: Avantasia! E essa promessa original se mantêm forte 14 anos depois do início do projeto.

 

Por: Juliana Gêbra

 

Pontualmente às 22:00 começou a soar a introdução para mais uma performance da Metal Opera Avantasia em solos paulistas. O show, que estava completamente esgotado a semanas, era aguardado ansiosamente por uma legião de fãs que não parou de cantar durante as 3 horas de duração da apresentação.

 

Liderada pelo sempre carismático Tobias Sammet, a turnê 2013 contou com os vocais de Michael Kiske (Unisonic, ex-Heloween), Eric Martin (Mr. Big), Thomas Rettke (Heavens Gate) que já atuava como backing vocal e assumiu também a voz principal, Bob Catley (Magnum), Amanda Somerville, Oliver Hartmann (vocais e guitarra). Além de grandes vozes, estava entre os músicos o guitarrista e famoso produtor Sascha Paeth. Michael Rodenberg (teclados), 
Andre Neygenfind (baixo) e 
Felix Bohnke (bateria) completavam o line-up do show.

 

Tobias sobe ao palco com as músicas que abres o álbum mais recente The Mystery of Time intercaladas apenas por “The Story Ain’t Over”. Mas depois de “Prelude” Michael Kiske sobe ao palco pela primeira vez e é ovacionado pelos fãs presentes durante a execução de “Reach Out For The Light“.

 

“Scales of Justice” trouxe à frente Thomas Rettke, que pode mostrar todo seu potencial vocal. Em seguida foi Eric Martin que subiu ao palco e mostrou-se muito entrosado com todos os músicos do grupo, além de muito a vontade com o público presente, inclusive fazendo piadinhas.

 

Entre os clássicos, não faltaram “The Scarecrow”, “Wicked Symphony”, “Lost in Space” e “Twisted Mind”. Mas, sinceramente, devo dizer que todas as músicas pareciam clássicos, pois sons antigos ou novos e até músicas que há tempos não eram tocadas ao vivo, todas eram cantadas a largos pulmões por uma plateia incansável.

 

Assumindo estar muito cansado, Tobias afirmou que não parariam até que os presentes estivessem satisfeitos. Após despedirem-se do palco, ao fim de “Dying for an Angel”, os fãs começaram a entoar o refrão de “Avantasia” enquanto aguardavam o volta da banda.

 

O clima de amizade estava presente quando Eric Martin e Michael Kiske agradeciam a Tobias Sammet por participarem do projeto. Outro destaque, já ao fim do show foi a execução de “The Seven Angels” apresentada como a música mais longa e mais trabalhada de toda a discografia. E, após a apresentação oficial de todos os músicos e vocalistas, o final com pose para fotos e acenos deu-se ao som de “Cry Just a Little” que embalou a saída do público que comentava ter sido o “melhor show da minha vida” na opinião de muitos.

 

Setlist:
Intro (Also Sprach Zarathustra)
1. Spectres
2. The Watchmakers’ Dream
3. The Story Ain’t Over
4. The Great Mystery
5. Prelude
6. Reach Out for the Light
7. Breaking Away
8. Scales of Justice
9. What’s Left of Me
10. Promised Land
11. The Scarecrow
12. Shelter from the Rain
13. In Quest For
14. The Wicked Symphony
15. Lost in Space
16. Savior in the Clockwork
17. Stargazers
18. Twisted Mind
19. Dying for an Angel
20. Farewell
21. Avantasia
22. The Seven Angels
23. Sign of the Cross
(playback) Cry Just a Little

 

Agradecimentos a Free Pass pelo credenciamento, realização do espetáculo e profissionalismo demonstrado com a equipe Rock Express.

Leia também:


Compartilhe

Comente


  • Jeff Daniel

    O melhor show da minha vida!